Início > Histórias de Pedal > 2011.06.12 – Mais manutenções

2011.06.12 – Mais manutenções


Tudo fica mais fácil na segunda vez: gastei apenas meia hora para refazer a manutenção dos cubos. Conferi o aperto da roda livre (precisa tirar o eixo da roda totalmente), pois este parafuso é muito exigido e eu não tinha a certeza de ter apertado o suficiente na última vez. Em caso de dúvida… E também troquei as esferas do cubo dianteiro citadas no post anterior. Essas esferas são em número de vinte no eixo dianteiro (dependendo do cubo são 22), enquanto que no eixo traseiro são apenas dezoito mas de tamanho maior. Coloquei uma quantidade generosa da melhor graxa que poderia comprar (Finish Line de Teflon) e decidi que vou desmontar o cubo dianteiro daqui a um ano e o traseiro daqui a dois anos somente. É que a vedação do meu cubo traseiro é melhor, exigindo menos cuidados.
Essas bolinhas do cubo dianteiro custaram caro:as bolinhas em si custaram apenas três reais, mas o olho cresceu na loja e o custo aumentou para cinquenta vezes mais…
Estou experimentando um óleo de corrente novo recomendado pela loja, esse é bem viscoso, vai na direção oposta do Finish Line branco anterior que era tão fino que derramava quando eu virava o frasco. Vamos ver, talvez precise complementar esse novo com algum outro, pois não tem muita penetração na corrente.
. . .
No campo do treinamento, estou tentando melhorar postura e treino para aumentar a quilometragem, não apenas força e velocidade. Nessa nova fase do treinamento, a idéia é tentar ir o mais longe possível no dia, não importando a velocidade. Só para brincar. Neste fim de semana fiz mais de 130 km no total.
. . .
É muito tempo na bicicleta… Mas significa também mais tempo de diversão. Que prazer, meu amigo…
Um abraço.

Anúncios
Categorias:Histórias de Pedal
  1. Marcelo V. Castelucci
    junho 14, 2011 às 8:42 am

    Bom… Eu com uma filha de apenas 2 meses estou afastado do pedal… Estava planejando andar no bairro ontem à noite… mas me deu uma dor de cabeça voltando do trabalho e desisti.

    Quando abrir sua bicicletaria vou conhecer. rsrsrsrsr.

    Forte abraço.
    Marcelo.

  2. junho 15, 2011 às 12:35 pm

    Mais do que propriamente pedalar, o importante é que você não esqueceu da bicicleta. Numa situação parecida, fiquei 5 anos sem pedalar. Não precisava ter parado, sempre se arruma tempo para uma voltinha…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: