Início > Histórias de Pedal > 2011.09.11 – Machuquei o pé…

2011.09.11 – Machuquei o pé…


Estrelinhas de plástico para gelar bebidas - Servem muito bem para gelar o pé (Foto: Paulo Ciclista)

Pé inchado (desculpe, é feio eu sei...) - (Foto: Paulo Ciclista)

Neste domingo fiz só 5 km, pois machuquei o pé quando ia ao ponto de encontro com o Adalberto. Estava pedalando sentado e correndo o máximo que dava em uma descida quando o pé esquerdo escapou do pedal e entrou entre a pedivela e o quadro. Doeu muito. Estava de GT ultrapassando todos os carros, pois você sabe que em descida uma bicicleta corre muito. O Adalberto também veio com escoriações na batata da perna, raspou no pedal em um outro incidente, dia ruim. Enquanto conversávamos, me assustei quando vi o meu pé inchado mesmo por cima da meia. Abortamos o pedal, voltei para casa e coloquei gelo por duas horas e meia. Como o pé desinchou, fui tomar um banho e qual não foi minha surpresa quando vi o pé inchar para o dobro de quando entrei no banho…talvez devesse ter continuado no gelo um pouco mais…
A GT tem pedais da Ritchey de alguns anos atrás, bons e leves. Mas mesmo apertando os parafusos até o fim não estão firmes do jeito que deveriam. Vou experimentar colocar os taquinhos reserva que eu tenho e se não funcionar não vou usar essa bicicleta até trocar os pedais.
O consolo é que pelo jeito que escapou próximo ao ponto morto superior, acredito que mesmo inconscientemente estava pedalando com a técnica correta(???).
Espero não ficar mais que um dia de molho.
Um abraço.

Anúncios
Categorias:Histórias de Pedal
  1. mauricio
    setembro 11, 2011 às 7:01 pm

    Estou surpreso com essa sua contusão , não entendi direito como seu pé foi escapar ,,,, boa recuperação espero que não tenha sido nada grave .

  2. setembro 11, 2011 às 8:40 pm

    Ah ah…eu fiquei mais surpreso ainda. Doeu pácas e como tinha alguns carros perto, achei que viram o pé escapando e eu fingindo que nem tava doendo nem nada… O pé escapou quando estava lá em cima, foi para frente e entrou no espaço entre a pedivela e o quadro. Os acidentes sempre acontecem de forma mais inesperada…obrigado.

  3. Fabio
    setembro 11, 2011 às 11:26 pm

    Paulo,
    Desde que te conheço há alguns anos, nao me lembro de uma contusão sua …
    Espero também que nao tenha sido nada demais.
    Boa recuperação
    Abraço

  4. Marcelo V. Castelucci
    setembro 12, 2011 às 8:44 am

    Cuidado nas descidas, principalmente entre os carros, tem muito motorista “cego”.

    Sugiro procurar um médico, tirar uma radiografia (ou uma “chapa”, como diz meu pai).

    Boa recuperação.

    Abraço.

  5. setembro 13, 2011 às 8:46 am

    Fabio, é verdade. Considerando todos esses anos e um convívio quase diário com a bicicleta, a taxa de acidente é tão baixa quanto a de um avião. Mas ouvi uma frase na rádio hoje que serve bem para a situação: às vezes temos mais sorte que juizo…

  6. setembro 13, 2011 às 8:55 am

    Marcelo, parece que não quebrou. Faltou força…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: