Início > Técnica > Ritchey 29ER

Ritchey 29ER


Ritchey P-29er (Foto: Site do fabricante, http://www.ritcheylogic.com)

Ultimamente o número de bikes com rodas de 29 polegadas tem aumentado muito. Todos os grandes fabricantes têm linhas completas delas, sendo que muitos modelos só são fabricados nessa versão. Até Tom Ritchey que não fazia uma MTB completa há muito tempo se animou, lançando a sua P-29er de aço cromoly recheada com componentes modernos. Ela é uma versão moderna da lendárias P-21 de cromoly que disputou a ponta do campeonato mundial por muitos anos nas mãos do também lendário Thomas Frischknecht, e tem a pintura inspirada nela. Dizem que o próprio Tom Ritchey fez as soldas do protótipo. Ilustrando com esse modelo, quero chamar a atenção para a tendência atual, especialmente para os que estão pensando em comprar uma MTB nova. As rodas grandes tornam mais fácil passar pelos obstáculos em competições de cross-country. É grande o número de competidores que optam por esses modelos hoje em dia. Coloquei um filme que recebi ontem pelo Facebook, note que só dá 29er. Repare nos obstáculos do filme e se imagine passando por eles: realmente é mais fácil com rodas grandes, você ganharia preciosos segundos por volta. A desvantagem da roda grande ficaria por conta do peso (cada vez menor) que atrapalha a aceleração. Você já pensou em por que escolheram as rodas de 26 para o MTB? Não foi uma escolha pelas vantagens de uso mas pelas vantagens de fabricação. Então, com a evolução do esporte, as pessoas começaram a questionar e testar rodas de 29 e até de 27,5 (ou 650B) que é um tamanho intermediário dos dois. A KHS por exemplo lançou recentemente alguns modelos de 27,5 que dizem ter a vantagem dos dois tamanhos. Mas como o mercado é definido por padrões e acordos entre os fabricantes, a 29 parece ser o caminho.

Gostaria de fazer um post mais detalhado sobre esse assunto, mas preciso equilibrar o uso de tempo. Então, fica a dica, preste atenção no filme e veja as bikes que estão usando. Normalmente as 29 são identificadas de longe pelas rodas grandes e pedivelas com coroas pequenas para compensar a relação.
Uma última observação, essas bikes são um pouco maiores, você vai sentir diferença se costuma colocar a bike dentro do carro removendo apenas a roda dianteira.

Um abraço

Anúncios
Categorias:Técnica
  1. Paulo Stollar
    fevereiro 15, 2012 às 6:33 am

    Paulão, saudações.

    Eu e o Piazza fizemos a 1a etapa do Ravelli neste domingo(12/02) e, realmente até aqui em terras tupiniquins o número de bikes 29 tem aumentado bastante…eu contei várias na prova…na descida realmente é outro papo….

  2. fevereiro 15, 2012 às 8:39 am

    Puxa, já está assim por aqui? Acho que em uma corrida, se o cara do lado está com uma dessas você já se sente diminuído. As bikes são bem mais imponentes…Parabéns pela participação, vocês estão animados, heim?

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: